quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

watchamovie 2: Black Swan

Neste filme, Natalie Portman é uma bailarina dedicada (com os pés destruídos) que preza pela perfeição de seus movimentos, deixando de lado a espontaneidade e sensualidade que seu coreógrafo, interpretado por Vincent Cassel, tanto exige.

Ela tem 28 anos e mora com a mãe, que já foi também uma bailarina e deixou de ser quando engravidou da filha. A relação das duas é intensa e tensa, já que a mãe a cerca de todos os lados para que a filha alcance seus objetivos.

Até aí tudo bem, já vimos em centenas de filmes. O que nos prende é o transtorno vivido por ela, que sofre de problemas psicológicos, como obsessão, fantasias e personalidade dupla.

O filme é agoniante, diversas vezes me percebi tensa, angustiada, perturbada, batendo a cabeça na parede, chamando minha mãe etc.

Mas não poderíamos esperar coisa diferente do diretor Darren Aronofsky, que dirigiu Pi, Requiem for a Dream, The Fountain e The Wrestler. Vi todos estes e todos são extremamente desconfortáveis, com destaque para os dois primeiros. Daqueles que você chega a fechar o olho porque não aguenta assistir à cena.

E daí que essa pseudo-resenha ficou uma droga, talvez eu nem assistiria depois de ler um troço desse mas, sinceramente falando, é bom sim, eu recomendo. Mas não precisa chamar sua mãe ou seu pai pra assistir junto.

Easter Egg: Natalie Portman está grávida e noiva do piá que faz par com ela no filme. Se vocês repararem, ela está fazendo filmes loucamente, até comédia e comédia romântica, sem falar em Thor! Segundo meu irmão, ela está fazendo um pé de meia pra receber a criança. Como se precisasse...

Easter Egg 2: Mas que risadinha, hein, Portman? Reparem na cara do Steve Buscemi. Sensacional.

Um comentário:

Jonas disse...

ESSE FILME É DEMAIS!!!!
MUITO LEGAL, NÉ?
BEIJO PRA VC, PARABÉNS PELO BLOG! ;)