quinta-feira, 19 de abril de 2012

mudanças - parte I

Dizem que mudar é sempre bom. Que mudanças são boas, trazem renovação. Eu não costumo concordar com isso, mais pelo fato de que generalizar é sempre um erro do que eu ter tido alguma experiência ruim com mudanças. Mas com certeza existem mudanças ruins.

Inclusive a primeira vez que me mudei para Cuiabá foi uma experiência ruim. Eu não havia passado no vestibular pela segunda vez. E não é como se eu estivesse tentando um curso difícil como Medicina, era apenas Direito. Eu nunca quis mudar de Curitiba para Cuiabá, na verdade. Só prestei vestibular lá por que era lá que meus pais estavam morando.

Então meus pais falaram pra eu mudar pra lá e prestar vestibular numa faculdade particular. E foi o que eu fiz. Passei na prova, porém meus pais não teriam dinheiro para pagar a mensalidade. Então eu resolvi voltar para Curitiba e fazer cursinho lá. E foi o que eu fiz. Nisso houve uma lacuna de 4 meses, em que eu basicamente cuidava de casa (morava com meu irmão do meio e mais um amigo nosso) e fazia academia. Nada demais. Então, em maio, fui ao cursinho me matricular, novamente.

Na tarde daquele mesmo dia, em casa, o telefone tocou e eu mesma atendi:
"Boa tarde. Por favor, eu gostaria de falar com a senhora Ana Spoladore."
"Sou eu."
"Então, Ana, eu sou aqui da Universidade Federal de Mato Grosso e tou ligando pra te avisar que você foi aprovada no vestibular."
"Ah, você tá brincando! Sério, mesmo?"
"Sim, e eu preciso saber se você vai querer a vaga, caso contrário, iremos chamar o próximo candidato..."
"Não, não, eu quero, sim."

Depois que desliguei o telefone, meu irmão perguntou quem era, expliquei. Ele perguntou, então, se eu ia, ao que eu respondi "Vou, né".

2 comentários:

Jeferson Cardoso disse...

Ana, mas é claro que vai! [sorrio] Mudanças muito boas acontecem sim! Parabéns!Beijo! Visite meu humilde http://jefhcardoso.blogspot.com/ Caso goste, chame os amigos. Caso não goste, compartilhe com os inimigos [sorrio, pois brinco].

Danielle Pimentel disse...

Ana, você vai pra Rio Branco? "Vou né" hehehe
Parece que essa série vai ser boa =)